Espere, por favor...

Blog Polli Fertilizantes Especiais

Jovens Conectados no Campo

Case de Sucesso

USO DO SE SUMAG NA RECUPERAÇÃO DA PRODUÇÃO DE COCOS NO TOCANTINS

Em março de 2018, a Porto Coco Indústria de Água de Coco, localizada no Município de Monte do Carmo – TO, entrou em contato conosco pois teve sua produção comprometida devido à falta de chuva. Os frutos não se desenvolviam por completo e o número de abortamento de frutos era alto. A área de plantação tem 150ha e 30 mil pés de coco que não atingiam o seu potencial máximo produtivo.
Primeiramente realizamos uma análise química de solo de 0 - 20 cm e 20 - 40 cm.
Após interpretação dos resultados, recomendamos uma aplicação de 400 kg/ha de SE SuMag, fertilizante corretivo e fonte de Cálcio e Magnésio, e em abril, recomendamos a aplicação do fertilizante PHos-K a 250 kg/ha, fertilizante de alto aproveitamento.
O uso destes produtos teve como objetivo realizar a recuperação do coqueiral tanto por meio da correção do solo como também através da nutrição (NPK + Ca + S) do mesmo.
A combinação SuMag + PHos-K proporcionou a correção do solo e o equilíbrio das bases, além da melhor absorção de água e maior aproveitamento dos nutrientes. Os resultados vieram logo em agosto, 4 meses após a aplicação, mesmo com estiagem e a aplicação ter sido feita em partes da área de produção.
Os proprietários da fazenda, Genésio e Adriano Barrado, relataram os seguintes resultados para o Josafah, nosso RTV:
  • Maior número de folhas;
  • Frutos com maior qualidade;
  • Aumento da quantidade de frutos por pé;
  • Diminuição do número de abortamento de frutos;
  • Aumento da qualidade da palha;
  • Otimização do processo.

Sobre o SE SuMag:

É um fertilizante corretivo de solos da Linha SE (Solos Estruturados) que tem em sua composição 32% de CaO, 6% de MgO, e 8% de S, sendo recomendado utilizar como substituto dos corretivos tradicionais dolomíticos.

Sobre o PHos-K: Tecnologia HPE - Alta Performance dos Elementos ⚡:

  • Fertilizante desenvolvido para altas produtividades.
  • O Fósforo não fixa no coloide do solo tornando-se altamente disponível, e o Potássio (K) não saliniza o solo e o Nitrogênio não o acidifica, mantendo assim pH do solo sempre equilibrado.
  • Alto fornecimento de Cálcio (Ca) e Enxofre (S).
Se você também quer otimizar sua produtividade, conheça aqui a linha de produtos SE da Polli Fertilizantes Especiais, que vão eliminar a acidez do seu solo, equilibrar as bases, fornecer Enxofre (S) e demais nutrientes para sua cultura, sempre com fácil aplicação e muitos outros benefícios.

Jovens Conectados no Campo

Jovens Conectados no Campo

Êxodo rural. Jovens saindo do campo em busca de uma vida melhor nas cidades do Brasil. Em busca de estudo ou simplesmente trabalho para ficar mais próximo dos avanços da tecnologia e da modernidade. No campo ficavam os mais velhos com seus costumes e maneira antiga de trabalhar.
Há algumas décadas, esta era a realidade no campo brasileiro. Milhões de jovens não viam futuro em permanecer onde seus pais, avós haviam trabalhado e devotado suas vidas se esforçando de sol a sol.
Se olharmos o campo hoje, veremos que muita coisa mudou! Não somente os jovens estão permanecendo no campo, mas estão transformando a maneira de trabalhar com a terra.
O que aconteceu que em poucas décadas houve uma transformação radical no campo e em nossos jovens?
A resposta para esta pergunta é TECNOLOGIA!
Assim como há muito tempo máquinas e equipamentos têm contribuído para tornar a agricultura cada vez mais competitiva e produtiva. A incorporação de tecnologias de agricultura de precisão e mais recentemente a adoção da agricultura digital, com a possibilidade de conexão via internet de máquinas e serviço têm exigido que cada vez mais dos operadores destas máquinas maravilhosas. E os jovens são os que mais têm capacidade de absorver novas tecnologias e colocá-las em prática.
Os jovens estão transformando a paisagem, rotinas, processos e hábitos do homem do campo.
A 7ª Pesquisa de Hábitos do Produtor Rural, feita pela Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA), que ouviu 2.835 agricultores e pecuaristas de 15 Estados de todas as regiões do Brasil, mostrou o perfil desses produtores também em relação a dados demográficos, hábitos de compra, envolvimento com novas tecnologias e mídias, fontes de informação, compra e uso de insumos.
O estudo identificou que a idade média dos produtores hoje é de 46,5 anos, número 3,1% menor em relação ao estudo feito em 2013 e demonstra a atualidade da produção agrícola, permeada por drones, GPS, aplicativos de celular e máquinas operadas sem a necessidade da mão de obra humana.
É um número a se comemorar porque mostra uma tendência necessária de permanência no campo. Toda essa conectividade é atraente aos nossos jovens e se torna um dos principais motivos para que eles queiram permanecer onde seus pais construíram toda uma vida.
Alinhado com esse cenário altamente promissor, Osni Miranda, Diretor Executivo da Polli Fertilizantes Especiais, acredita que a permanência do jovem no campo e sua consequente interação com as novas tecnologias irá transformar ainda mais o campo no espaço de grandes realizações para a agricultura e pecuária e, consequente, realização pessoal para nossos jovens brasileiros.